segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Milagres - Parte I

Porque sou EU
que conheço os planos que tenho para vocês.

Jeremias 29:11



Início era uma capela.
Depois uma visita, um olhar, um pensamento.
Logo, logo, um planejar, um fazer funcionar.
Em seguida vem um prometer. Senhora, não fazemos milagres, mas a nossa fé, trabalho, perseverança, servirá muito na nossa missão para recuperar o teu canto, a tua capela.
E foi assim.
Missionários, caminheiros, se reúnem para reformar a Capela de Nossa Senhora dos Milagres, próximo à fábrica de velas, necessitada que estava de uma arrumada.
O Grupo de Oração Terço dos Homens assumiu o compromisso, e contando com o apoio de Frei Francisco Robério, Vigário da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, Salgadinho em Olinda, a qual a capela está vinculada, iniciamos em meados do ano de 2015 com a capinação. Logo, veio à chuva e paramos o trabalho. O ano estava terminando quando retomamos à messe, com a ideia pela coordenação do grupo, de rezarmos na capela, o último terço do ano naquela quarta-feira dia 30 de dezembro de 2015. Conversamos com Frei Robério, e ele acrescentou a celebração da Santa Missa nesse mesmo dia, retomando assim, as atividades religiosas na Capela de Nossa Senhora dos Milagres.
Foi o suficiente para a empolgação do grupo, e como missionários seguirem adiante na missão.
Buracos no piso. Fissuras nas paredes. Iluminação precária. Tudo, e muito por fazer.
Muitas mãos. Claro que mãos são necessárias para o fazer, o construir. E foi assim que se deu. Juntamos nossas forças, demos as mãos e fomos ao trabalho. Mantivemos a instalação elétrica existente, mas, fizemos outra. Agora a Capela dos Milagres encontra-se muito bem iluminada. Trocamos lâmpadas, até porque a maioria absoluta estava queimada. Instalamos lâmpadas brancas de boa qualidade. Rebocamos as paredes fechando as fissuras. Fechamos buracos no piso. Construímos batentes e fechamos galeria de esgoto. Pintamos paredes e muro, portas, portões, grades e janelas. Quebra daqui, reboca dali, e, a edificação vai ganhando nova aparência. A capinação ficou muito bem feita. Retirada de entulhos aconteceu com o apoio de lideranças da comunidade.
Mas, aquele azul da parede do altar, caiu muito bem Senhora dos Milagres. Sugestão do Frei Robério. Um azul bem clarinho, contrastando com o branco das paredes laterais.
A força que emana de muitos, é nisso que dá: mãos que constroem...

Josias Cavalcanti
É integrante da Pascom – Pastoral da Comunicação,
e do Grupo de Oração Terço dos Homens da Paróquia do
Sagrado Coração de Jesus em Salgadinho/Olinda.
05/01/2016